Hora do Conto! Micael e as Crianças-Estrelas

Micael é uma época muito importante em todas as escolas Waldorf. No Maternal, existe um conto muito especial, repleto de sentimentos de coragem e respeito à natureza. 

 

Leia abaixo o conto que, neste ano, ilustra a época na sala da Tia Rô.

Foto: cerimonial de Micael realizado com as turmas do Jardim

 

 

Havia uma vez 10 (o número de crianças na classe) maravilhosas crianças que moravam nas estrelas. Uma por uma destas crianças fez uma longa jornada sobre a ponte do arco-íris e desceu para a Terra. Elas trouxeram das estrelas sementes, bulbos e raízes para plantar na Terra e fazer dela um lugar bonito e bom.

 

Elas cavaram a terra e plantaram as sementes, os bulbos e as raízes. Molhavam os canteiros quando estavam secos e cuidavam para que ninguém pisasse onde as sementes, os bulbos e as raízes tinham sido plantadas. Olhavam para que as ervas daninhas não crescessem perto deles e bloqueassem a luz do sol. Assim que os pequeninos brotinhos verdes colocavam seus narizezinhos para fora da terra, o sol os esquentava e as crianças-estrelas cuidavam deles com muito carinho.

 

Mas havia um dragão terrível que andava sobre a Terra e um dia ele veio para o jardim onde as crianças-estrelas plantaram suas sementes, seus bulbos e raízes. O dragão não gostava de ver coisas tão lindas chegando na Terra. Ele ficou muito bravo e começou a cuspir fogo por todo o jardim. Os pequenos brotinhos verdes que estavam crescendo lindos e com tanto cuidado, começaram a secar e se tornaram amarelos e feios.

 

As crianças-estrelas não sabiam o que fazer. Elas estavam muito tristes, pois os presentes que haviam trazido para a Terra estavam sendo destruídos pelo dragão.

 

De repente, uma luz dourada inundou o jardim. Era um cavaleiro numa armadura brilhante montando um lindo cavalo branco. Em suas mãos estava uma espada dourada. Era São Micael.

 

O cavaleiro lutou com o dragão até ele ficar tão fraco que caiu aos pés do cavaleiro, prometendo ser seu servidor.

 

São Micael voltou-se para as crianças e sorriu para elas e para o jardim. Nas plantas, começaram a crescer folhas novinhas e brotos e as crianças correram para levar-lhes água.

 

São Micael deu a cada criança-estrela uma capa dourada e lhes disse que estas capas douradas as protegeriam sempre que trabalhassem, ajudando a tudo que cresce na Terra. As crianças-estrelas colocaram suas capas douradas e cuidaram de seu jardim.

 

As plantas cresceram e deram flores, e as flores enfeitaram a Terra, surgindo assim a primavera!

Fonte: Corinne Batzell (tradução de Beatriz Retz, adaptação de Karin Stasch)

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ser Waldorf, um relato de ex-alunos

30/03/2017

1/8
Please reload

Posts Recentes

15 Apr 2019

7 Apr 2019

28 Aug 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

© 2020 por Escola de Educação Infantil Jardim Waldorf Flauta Mágica

Endereço: Rua Alexandre Herculano, 77 - Boqueirão - Santos/SP - Brasil

Telefones: +55 13 3222-4309 e 13 3040-4852 

Email: secretaria.flauta@gmail.com

  • Facebook - White Circle
federação_das_escolas_waldorf_do_brasil.